13 de jul de 2017

  • Justiça Peruana Manda Prender Ex-Presidente Do País Por Propinas Da Odebrecht



    As revelações dos esquemas de propinas da Odebrecht estão fazendo novos estragos no Peru. Agora a justiça do país mandou prender o ex-presidente peruano Alejandro Toledo, por acusações de envolvimento no recebimento de até US$ 20 milhões ilegalmente, pagos pela empreiteira brasileira.
    Toledo comandou o Peru entre 2001 e 2006, e foi citado em testemunho do ex-gerente da Odebrecht no país, Jorge Barata. Na delação, o executivo da empreiteira afirmou que a empresa pagou US$ 20 milhões como propina ao governo do peruano para realizar a construção da estrada interoceânica que liga o Brasil ao Peru.
    A ordem de prisão, emitida pelo juiz Richard Concepción, titular do Primeiro Juizado de Investigação da Sala Penal Nacional, foi emitida após o acolhimento do pedido de prisão preventiva de 18 meses feito pelo promotor Hamilton Castro.
    O ex-presidente, no entanto, não se encontra no Peru, porque mora na Califórnia, nos Estados Unidos, onde trabalha na Universidade de Stanford. Ainda assim, as informações mais recentes indicam que ele estava viajando pela França nos últimos dias.
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.