4 de jun de 2017

  • Um perito e um delegado da Polícia Federal mortos em menos de 72 horas


    A situação chama atenção pelas circunstâncias que os fatos aconteceram


    A Polícia Federal tem feito o que muitos brasileiros desejam: a faxina geral na política. A atitude da mais renomada instituição em funcionamento no Brasil tem provocado a ira de muita gente grande.
    Alvo de incursões políticas que tentam desestabilizar o efetivo e assim esmorecer o trabalho desemprenhado tanto na Lava Jato quanto em outras frentes ligadas ao crime organizado, a Polícia Federal tem resistido o quanto pode. Mas nem tudo acaba bem.

    Menos de três dias dois policiais federais foram mortos em atitude suspeita.

    Duas mortes suspeitas

    Duas mortes em menos de 72 horas envolvendo profissionais ligados a Polícia Federal é algo muito estranho e suspeito em meio ao cenário de prisões e investigações de gente grande ligada ao crime organizado.

    PF ainda é a salva guarda dos brasileiros

    A Polícia Federal ainda é uma das poucas instituições dentro da democracia brasileira que sustenta a confiança da população devido a sua atuação.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.