5 de nov de 2016

  • Rádio católica culpa união civil gay por tremores na Itália

    • Alessandra Tarantino/AP
    Uma rádio católica italiana levou ao ar uma declaração dizendo que a recente série de terremotos na região central do país foi um "castigo divino" pela aprovação do projeto de lei que autoriza uniões civis entre homossexuais, em maio passado.  

    Inicialmente, a frase foi atribuída ao diretor da "Radio Maria", padre Livio Fanzaga, mas depois a emissora explicou que foi dita por um "apresentador externo".
    "Do ponto de vista teológico, esses desastres são uma consequência do pecado original, são o castigo do pecado original, essas ofensas à família e à dignidade do matrimônio, as próprias uniões civis. Chamemos de castigo divino", afirmou o suposto comentarista, que não foi identificado.  

    Gravado por ouvintes, o áudio começou a circular nas redes sociais, gerando uma onda de críticas contra a rádio, até mesmo por parte do Vaticano.
    "São afirmações ofensivas para os crentes e escandalosas para quem não crê. A 'Radio Maria' deve corrigir o tom de sua linguagem e seguir mais o evangelho e a mensagem da misericórdia, propagados com paixão pelo papa Francisco", declarou o arcebispo Angelo Becciu, substituto da Secretaria de Estado e um dos colaboradores mais próximos do pontífice.  

    No entanto, a postura da emissora é de tomar distância dos comentários, porém sem identificar seu autor. "As expressões veiculadas são de um apresentador externo, feitas a título pessoal, e não refletem absolutamente o pensamento da 'Radio Maria'", disse a rede por meio de um comunicado.  

    O projeto que autoriza a união civil gay na Itália foi aprovado em maio passado, após meses de discussões no Parlamento. A nova lei estende aos homossexuais todos os direitos previstos no casamento, com exceção da adoção e da obrigação de fidelidade, retirados do texto por conta das pressões da ala católica do Congresso. 
    Via UOL
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.