5 de nov de 2016

  • Hebreus afirmam que "Jesus nunca existiu" e provam adulterações da Igreja Católica.


    001-yahushua-negro-1
    Em 2004, Jesus foi eleito o maior ícone negro de todos os tempos, pelo jornal New Nation, o que levou a um debate sobre a cor de sua pele.
    “Apesar de as representações comuns, nas culturas ocidentais, do jesus loiro, de olhos azuis e visual hippie, todas as evidências apontam para o fato de que jesus não poderia ter sido de extração escandinava e certamente era um irmão de cor”, disse o jornal.
    Nos estudos Jesus / Yeshua / Yahushua é uma farsa – parte 1 e parte 2, provamos que ele é apenas é um ídolo que os judeus plagiaram da mitologia de vários povos pagãos antigos e puseram em um livro que eles mesmos escreveram, o Novo Testamento, que não é um livro sagrado, pois não foi inspirado pelo altíssimo (leia o estudo “por que não acredito no Novo Testamento”).
    Então, por que os arcossólios, afrescos e mosaicos das igrejas e capelas, e as bíblias antigas exibiam imagens de um Jesus / Yeshua / Yahushua negro?
    Porque os antigos hebreus eram negros e todos sabiam disso, então, para dar crédito à sua mentira, eles tiveram que apresentar uma imagem que estivesse de acordo com a aparência física dos antigos israelitas.
    A história confirma que os hebreus eram negros, por isso, algumas das mais antigas imagens de Jesus / Yeshua / Yahushua mostram-no como um negro de pele bem escura.
    Este afresco, retratando a cura do paralítico, é a mais antiga representação conhecida do Mashiyach, que data de cerca de 235 d. C.
    A pintura foi encontrada, em 1921, na parede do lado esquerdo da câmara batismal da sinagoga dura-europos, no rio eufrates, na síria moderna.
    002-pintura-cura-do-paralc3adtico
    Este afresco do “bom pastor” acima, foi encontrado no teto da capela de lucina, na catacumba de callixtus, em roma.
    003-afresco-do-bom-pastor
    Este afresco de Jesus / Yeshua / Yahushua entre os apóstolos está em um Arcossólio da cripta de Ampliato, nas catacumbas de St. Domitilla, em roma. as catacumbas de Domitilla datam do 2° ao 4° século.
    004-afresco-do-messias-no-acrossc3b3lio-da-cripta-de-ampliato
    Este mosaico é do 6° século e mostra um Jesus de pele muito escura. a imagem é de uma igreja, em roma, e data de 530 d. C.
    006-mosaico-do-6-sc3a9c-mostra-messias-de-pele-negra-em-igreja-em-roma-530-aec
    Esta imagem etíope é do Séc. XVII ou XVIII e retrata um Jesus / Yeshua / Yahushua de pele negra e cabelo crespo. 
    007-01-imagem-etc3adope-do-sc3a9c-17-ou-18-retrata-messias-de-pele-negra
    Esta imagem é bem mais recente, do ano de 1960.
    007-02-imagem-de-yahushua-negro-de-1960
    ESTA BÍBLIA, DE 1611, MOSTRA IMAGENS DOS HEBREUS NEGROS.
    008-03-capa-da-bc3adblia-de-1611
    ADAM (ADÃO) E CHAVVAH (EVA)
    adam-adc3a3o-e-chavvah-eva2
    MOSHEH (MOISÉS)
    MOSHEH (MOISÉS)
    YAHUSHUA (JOSUÉ)
    YAHUSHUA (JOSUÉ)
    GID’DON (GIDEÃO)
    GID’DON (GIDEÃO)
    DAVID (DAVI)
    009-05-rei-davi-001
    DANIYEL
    Profeta Daniel
    ZEKARIYAH (ZACARIAS)
    Profeta Zacarias
    MIRYAM (MARIA)
    MIRYAM (MARIA)
    KEPH (PEDRO)
    KEPH (PEDRO)
    SHAUL (PAULO)
    SHAUL (PAULO)
    OS MÁRTIRES
    MÁRTIRES
    OS PROFETAS
    OS PROFETAS
    OS SANTOS
    OS SANTOS
    Como se pode ver, nesta bíblia de 1611, e antigamente, até mesmo as bíblias corrompidas retratavam os hebreus como um povo de pele negra e, até então, o Mashiyach nunca fora chamado de jesus, nem os israelitas eram chamados de judeus, até mesmo porque o idioma original das escrituras é o hebraico e não existe letra “J” no alfabeto hebraico. Também não existe letra “j” no alfabeto aramaico, grego ou latim e, antes da idade média, esta letra não existia no alfabeto inglês, português, nem em nenhum outro idioma. 
    A verdade é que o mashiyach que os israelitas aguardavam (e continuam aguardando porque ele ainda não veio) nunca foi chamado de Jesus, nem de Yeshua, nem de Yahushua e sim de “Yah justiça nossa”.
    O povo israelita é composto de 12 tribos e nenhum deles era chamado de judeu. O quarto filho de ya’acov (jacó) se chamava yahudah (judá) e seus descendentes eram chamados de Yahudim. Em português, a palavra correspondente a Yahudim é Judaítas, e não Judeus.
    Os povos antigos nunca viram israelitas brancos, nunca chamaram os israelitas de judeus e nunca conheceram um povo chamado Judeu. O povo que hoje é conhecido como judeu, era chamado de edomita porque são descendentes de Esav / Edom.
    Há 3 categorias de judeus:
    1) Edomitas / Sephardim (Sefarditas) – Eram descendentes de Edom / Esav (Esaú), que foram os primeiros judeus, os judeus orientais que invadiram Shomerom (Samaria);
    2) Amalequitas – Eram descendentes de Amalek, que era neto de Edom. Estes são os banqueiros de hoje, aqueles que além de comandarem a mídia universal, incluindo a TV e a Imprensa, o sistema político e religioso, o sistema de educação, de alimentação, de saúde, a indústria da guerra, da música e do cinema, dominam também toda a economia mundial. Entre eles estão a família Rothschild, a família Rockefeller, a família Real Britânica e os participantes do Bilderberg Group ou Clube de Bilderberg. As pessoas mais ricas, influentes e poderosas do mundo, atualmente;
    3) Ashkenazim – descendentes de Yaphet (Jafé) por parte de seu filho Togarma (gênesis 10:2-5), que é o patriarca dos turcos, mas se autodenominam Asquenazi porque Yirmeyahu (Jeremias) profetizou que Asquenaz e seus aliados conquistariam a Babilônia (Jeremias 51:27), portanto, os Ashkenazim são europeus, ou seja, são gentios e a única relação que eles têm com os hebreus é que se misturaram com os edomitas (descendentes de Esaú / Edom), mas não são descendentes de Ya’aqov (Jacó), então, não são israelitas.
    Os verdadeiros israelitas foram capturados e trazidos para o ocidente, como escravos, em navios negreiros, durante o tráfico transatlântico e, quando chegaram aqui, seus nomes originais hebraicos foram substituídos por nomes ocidentais, cristãos ou judeus, e foram proibidos de manter sua crença.
    Eles não tinham acesso, nem mesmo às bíblias corrompidas porque era proibido ler ou ensinar a bíblia à um escravo pois o plano dos nossos inimigos, era fazer com que nosso povo esquecesse completamente suas origens para que sua verdadeira identidade fosse ocultada e totalmente apagada.
    Imagine se os escravos negros abrissem uma bíblia como esta, de 1611, e visse todo o seu povo retratado nela… isso estragaria os planos dos seus opressores porque jamais esqueceriam suas origens israelitas. Isso sem falar no Jesus / Yeshua / Yahushua do Novo Testamento que eles, como verdadeiros israelitas, sabiam muito bem que ele (Jesus) nunca existiu, que não era o Mashiyach hebreu e toda a história acerca dele é uma farsa.
    Repare que os escravos cantavam canções que falavam de Yah, de Mosheh, do cativeiro da Babilônia e de diversas coisas que aconteceram muito antes da suposta vinda de Jesus / Yeshua / Yahushua, mas nunca falavam dele.

    Kumbayah (Passe Por Aqui, Yah)

     http://youtu.be/LJr6FknZhpM

    Let My People Go (Go Down Moses) – Deixe Meu Povo Ir (Descer Com Moisés)

    My Home Is Over Jordan (Deep River) – Minha Casa Fica Além do Rio Jordão (Rio Profundo)

    Agora, Eu pergunto:
    Qual a razão dos israelitas lembrarem de coisas muito mais antigas e esquecerem de mencionar Jesus / Yeshua / Yahushua, se ele foi alguém tão importante, o Messias, o Salvador, e que era muito mais recente do que as coisas antigas das quais eles falavam?
    Resposta:
    OS ISRAELITAS NUNCA FALARAM DE YESHUA / YAHUSHUA / JESUS PORQUE ELE NÃO É O MASHIYACH, NÃO É O SALVADOR E NUNCA EXISTIU, E TUDO O QUE O NOVO TESTAMENTO DIZ A RESPEITO DELE, É MENTIRA!
    O novo testamento e seu falso Messias são uma farsa e se os israelitas que foram trazidos para o ocidente como escravos tivessem acesso às bíblias desde que chagaram aqui, além de nunca esquecerem o seu passado, poderiam contar a todos que o Novo Testamento é pura mentira.
    Os opressores tinham que eliminar as evidências, o máximo possível, para que o mundo não pudesse perceber que aqueles escravos negros eram os israelitas bíblicos e foi justamente nesta época que começaram a trabalhar intensamente na retirada das imagens dos hebreus negros de circulação, na substituição dessas imagens por imagens falsas que retratavam os hebreus como um povo de pele branca, e na substituição dos verdadeiros Israelitas pelos Judeus.
    Toda esta farsa de retratar os hebreus com a aparência européia e chamar os israelitas de judeus ganhou força com o advento da supremacia branca. As imagens de hebreus negros foram sendo retiradas de circulação enquanto imagens de hebreus brancos foram divulgadas em larga escala, assim como a palavra judeus e o nome Jesus.
     VEJA O PINTOR ALTERANDO AS IMAGENS:
    010-01-pintores-alterando-as-imagens-dos-hebreus-001 
    010-02-pintores-alterando-as-imagens-dos-hebreus-002
    ESSES SÃO ESBOÇOS DE CESARE BORGIA, FEITOS PELO FAMOSO PINTOR LEONARDO DA VINCI. 
    011-esboc3a7os-de-cesare-borgia-por-leonardo-da-vinci-001
    DA VINCI CRIOU A IMAGEM DE JESUS BASEANDO-SE NA FIGURA DE CESARE BORGIA.
    012-02-cesare-borgia-002
    012-01-cesare-borgia-001
    012-03-cesare-borgia-e-jesus-001
    012-04-cesare-borgia-e-jesus-002
    E ESSAS IMAGENS FORAM TÃO DIVULGADAS QUE ACABARAM SENDO ACEITAS COMO SE ISSO FOSSE, REALMENTE, A APARÊNCIA FÍSICA DO MASHIYACH. MAS ESTAMOS NO FIM DOS TEMPOS E O CONHECIMENTO ESTÁ SE MULTIPLICANDO (DANIYEL 12:4). 
    CONFIRA ESTE ESTUDO TAMBÉM EM VIDEO:
    Fonte: http://hebreuisraelita.wordpress.com/tag/biblia-de-1611/
     http://www.youtube.com/user/OHEBREUISRAELITA2

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.