31 de out de 2016

  • Um fazendeiro encontra um “ovo” de dinossauro, de 90 cm, em sua propriedade.

    O que havia nele deixou os pesquisadores impressionados.

    Antonio Nievas tem uma pequena fazendo perto de Buenos Aires, Argentina. Enquanto caminhava por sua propriedade, ele notou algo estranho perto do leito de um rio e fez uma descoberta incrível: um objeto de quase 1 metro, preto, empedrado, que parecia com um ovo. Antonio ficou muito animado: ele estava convencido de que havia encontrado um ovo de dinossauro!
    Youtube/Ruptly TV
    Mas quando os cientista visitaram Antônio e examinaram o objeto, eles rapidamente chegaram à conclusão de que ele era muito grande para ser um ovo de dinossauro. Investigações mais detalhadas revelaram que, na verdade, o objeto era os restos mortais de um gliptodonte, uma criatura pré-histórica que parecia um tatu gigante. A espécie foi extinta cerca de 10.000 anos atrás, após o final da era de gelo. Mesmo sendo parecidos com tatus, eles eram na verdade muito maiores, em alguns casos atingindo até 3 m de comprimento.

    A carapaça que Antonio encontrou pertencia a um animal jovem e os pesquisadores ficaram impressionados como o espécime de 10 mil anos estava bem preservado. O padrão da carapaça, que é feita de milhares de placas ósseas, ainda pode ser visto claramente.
    Youtube/Ruptly TV
    Deve ser incrível encontrar, do nada, algo tão antigo e raro. Algum museu de história natural sortudo vai ficar muito grato pelo achado!
    Via http://www.naoacredito.com.br/gliptodonte/?ref=fb
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.