20 de abr de 2016

  • Toffoli diz que voto impresso é retrocesso porque permite recontagem ‘feita por humanos’



    Presidente do TSE criticou a decisão do Congresso Nacional de derrubar o veto presidencial.
    Lula Marques/Agência PT

    Lula Marques/Agência PT
    O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro José Antonio Dias Toffoli, criticou a decisão do Congresso de derrubar o veto da presidente Dilma Rousseff sobre a exigência de voto impresso nas eleições. Segundo ele, a medida é um “passo atrás” porque permite a intervenção humana no processo.
    “Isso criará a situação de análise por humanos. Se houver pedidos de recontagem será feita por humanos. Vocês lembram que no passado podia haver diferença entre o voto contado e o voto dado pelo mesário. É um passo atrás na cultura política brasileira”, argumentou o ministro.
    Toffoli está no Rio para participar da 10ª Reunião Interamericana de autoridades eleitorais.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.