Mesmo com a pouca idade, o jovem Arthur de Oliveira Abrante já coleciona um currículo escolar invejável. Com 18 anos, o mineiro de Paracatu, na região Noroeste de Minas, foi aprovado na cobiçada e mais prestigiada universidade norte-americana, a Harvard.
Além da instituição, ele também foi selecionado para ingressar na Stanford, Amherst College, Tufts, Wesleyan, Lafayette e Evansville. O sonho do menino em estudar no exterior começou há quatro anos, depois que ele viu na TV a história de uma brasileira que foi aprovada para estudar em Harvard.
Como não falava inglês e nem tinha dinheiro para se matricular em uma escola de idiomas, Abrante estudou em casa. Em três anos ele ficou fluente na língua. Além do inglês, o jovem também se dedicou as atividades extracurriculares no Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM).
Lá, ele fez teatro, iniciação científica, foi monitor de Química, participou do grupo de Robótica e fez parte do time de handball. O mineiro ainda arrumou tempo para dar aulas particulares de Química, Física e Matemática, e ainda fundou um projeto social chamado "Teach me", para ensinar inglês para crianças do bairro.
No decorrer da trajetória, ele faturou medalhas nas olimpíadas de astronomia e robótica.