6 de abr de 2016

  • "Escassez de água e itens de higiene leva a surto de doenças na Venezuela"



    A Secretaria de Saúde do Estado venezuelano de Miranda apresentou nesta quarta-feira, 6, um relatório no qual vincula o aumento de doenças como sarna, diarreia, malária e disenteria à escassez de produtos de higiene pessoal no país e à deterioração dos serviços de fornecimento de água provocado pelas poucas chuvas causadas pelo El Niño. O Estado é governado por Henrique Capriles, um dos principais líderes da coalizão opositora Mesa de Unidade Democrática e os dados são contestados pelo governo de Nicolás Maduro.
    "O pouco acesso a água de qualidade tem aumentado a incidência de diarreia. Há menos água para limpar alimentos e higiene pessoal", diz o relatório. "Além disso, como as pessoas são obrigadas a armazenar água, aumenta o risco de surgir criadouros do Aedes aegypti."
    Surgem ainda doenças de pele, como a sarna. No primeiro trimestre do ano passado, foram 878 casos. Neste ano, o número subiu para 1392, um aumento de 58,5%.
    Com Estadão Conteúdo
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.