5 de abr de 2016

  • Chocado com a 'compra de votos', Maluf decide apoiar impeachment

    O deputado federal Paulo Maluf, de São Paulo, acusa do governo Dilma Rousseff de oferecer cargos para 'comprar' votos do PP, partido dele, em um esforço desesperado e sem limites para escapar do impeachment.


    O deputado federal Paulo Maluf, de São Paulo, acusa do governo Dilma Rousseff de oferecer cargos para "comprar" votos do PP, partido dele, em um esforço desesperado e sem limites para escapar do impeachment. Conhecido no país e até no exterior por acusações de corrupção, Maluf está perplexo com a prática petista, especialmente nestes últimos dias.

    "O governo está se metendo num processo de compra e venda que é detestável", disse Maluf à Folha de São Paulo. "Querem construir maioria no Legislativo, dividindo o Executivo. Não é assim", declarou, indignado com a conduta deplorável. Maluf não quis citar os nomes dos vendilhões do impeachment, mas, se necessário, disse a uma rádio do Rio, poderá reagir de modo mais duro.
    COMENTÁRIO - Se Maluf já não aguenta mais, eu imagino você!

    Foto: Reprodução

    http://www.clesio.net/e/chocado-com-a-compra-de-votos-maluf-decide-apoiar-impeachment=367

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.