7 de abr de 2016

  • A Segunda Guerra Mundial realmente já terminou?

    Será que a Segunda Guerra Já terminou mesmo? Bem! Parece que sim mas o fato é que oficialmente a guerra ainda não teve fim pois países do Eixo e também um dos países Aliados acabaram nunca assinando o tratado de paz, o que mantem o estado oficial de guerra mesmo com o seu fim tendo sido declarado em 1945.

    Segunda Guerra
    Pois então! Pode até parecer que isso é algo surreal ou que o que foi falado acima é somente mais uma mentira entre tantas que circulam na internet diariamente.

    Entretanto o fato é que, oficialmente, o Eixo e os Países Aliados se mantém em guerra pelo fato de o Japão e também a Rússia nunca terem assinado efetivamente o tratado de paz.

    O problema todo foram os fatos que levaram esses países a não assinaram o tal tratado. O grande conflito é que eles realmente estão em guerra por todo esse tempo graças a disputa que ocorre por causa das ilhas South Kuril que desde a guerra é da Rússia.

    Deu pra entender? Explicando melhor, então basta explicar que o Japão, ao fim da Guerra assinou um documento, chamado tratado de rendição, para os países Aliados. Entretanto, a Rússia se negou a devolver ao Japão o conjunto de ilhas que havia conquistado, pois ele era um locar de vida abundante.
    japão e rússia - possibilidade de guerra

    Desde então o acordo de rendição assinado pelo Japão foi então anulado e, assim como o Japão nunca pode deixar a coalizão chamada Eixo, a Rússia nunca pode abandonar a coalizão chamada Aliados.

    Visto então que a rendição previa o fechamento de um acordo de paz com todos os países chamados de Aliados e que a Rússia não cedeu a sua conquista para o Japão, o acordo acabou nunca sendo válido.

    É por esse exato motivo que pode-se dizer que até hoje a Segunda Guerra Mundial ainda não acabou, pois até os dias de hoje os Aliados, que hoje é composto somente pela Rússia, e o Eixo, que é composto somente pelo Japão ainda estão oficialmente em guerra mesmo que nunca mais tenham entrado em conflito ou se enfrentado fisicamente.

    O maior problema de todo esse acontecimento é que, mesmo não que tenha havido nenhum tipo de enfrentamento entre os envolvidos durante todo esse tempo, eles já trocaram sim algumas ofensas.

    Além disso, não se pode esquecer que de um dos lados dessa disputa estão os russos, que são muito conhecidos pela falta de habilidade em resolver amigavelmente os seus problemas, e que contam, inclusive, com soldados armados prontos para defender seu território.

    Existe a possibilidade de um enfrentamento

    É duro de acreditar, mas a verdade é que sim, existem uma grande possibilidade de os envolvidos no conflito entrarem em batalha novamente. Isso por que no decorrer desses anos os governos japoneses também não têm buscado facilitar as negociações para solucionar o problema - e ex-moradores das ilhas protestam todos os anos pela devolução das mesmas.

    ilhas South Kuril

    Para piorar ainda mais a confusão os governantes do Japão mesmo exigem que a Rússia devolva o território, coisa que essa não está nem um pouco disposta a fazer.

    Houve ainda uma situação em que a Rússia, incomodada com as investidas do Japão, moveu tropas com artilharia pesada para as ilhas na intenção de defender o espaço conquistado e isso, com razão, não foi nem um pouco bem visto pelos japoneses.

    A briga é ainda tão presente que o Japão criou até um ministério encarregado de cuidar somente desse assunto. Entretanto, a estratégia de “pedir com educação” do ministério resultou em um não por parte da Rússia, ou seja, não funcionou de nada.

    O fato inegável e que essa briga e disputa pelas ilhas South Kuril continua, e, pelo que parece, ainda irá se prolongar por um longo período de tempo, fazendo com que o fantasma da Segunda Guerra Mundial, já esquecido por muitos, continue vivo e sendo alimentado pelos envolvidos nessa batalha.
    Assim, a resposta para a pergunta “a Segunda Guerra Mundial já terminou?” não poderia ser outra: NÃO!
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.