29 de mar de 2016

  • STF discute se processos sobre Lula ficam na Corte - Lula nunca foi político, foi apenas um comerciante de cargos e comprador de votos

    Mi 16854663080571675

    Lula nunca agiu pensando no povo, muito menos construiu um plano de governo. Lula apenas agiu para negociar cargos e comprar votos que defendessem seus próprios interesses e os interesses de mega empresários e banqueiros. 
    Lula nunca teve preparo nem para administrar sua família e por quê teria para administrar uma nação ?
    O fim de Lula será lento e doloroso. Será como se estivesse queimando no inferno.

    Tribunal analisa decisão do ministro Teori Zavascki que ordenou o envio de áudios do ex-residente interceptados na Lava Jato


    Está marcada para quinta-feira a análise no Supremo Tribunal Federal sobre a decisão liminar (provisória) do ministro Teori Zavascki que determinou que o juiz Sérgio Moro envie à Corte os áudios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva interceptados na Operação Lava Jato.
    lula.jpg
     
    A perspectiva é de que o colegiado apenas referende a decisão de Teori e não discuta o mérito do caso, já que o ministro pediu manifestações de Moro e da Procuradoria-Geral da República, mas os ofícios ainda não chegaram ao Supremo. O despacho foi proferido na semana passada em reclamação ajuizada pela defesa de Lula.
    No despacho sobre o caso, Teori também determinou que Moro envie ao STF todos os processos envolvendo o petista que atualmente tramitam em Curitiba. Até que o plenário decida sobre o assunto, a ordem inviabiliza a continuidade da apuração sobre o ex-presidente pelo magistrado responsável pela Lava Jato em 1.ª instância.
    Por causa da liminar, considerada benéfica ao governo, Teori passou a ser alvo de críticas de defensores do afastamento da presidente Dilma Rousseff.
    Casa Civil
    Teori não anulou a liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes que suspendeu a nomeação de Lula como ministro da Casa Civil. A situação sobre se o ex-presidente poderá ou não assumir o cargo permanece indefinida até que Gilmar Mendes libere o tema para ser julgado pelos colegas. Gilmar está em Portugal, e não deve voltar a tempo de pedir que o caso integre a pauta de quinta-feira.
    As gravações feitas com autorização de Moro, e que foram remetidas ao STF, mostram conversas de Lula com autoridades com foro privilegiado, como Dilma e ministros de Estado. O registro de conversas com a presidente foi decisivo na decisão de Teori.
    Moro tinha decidido enviar ao STF somente as informações sobre a quebra de sigilo telefônico de Lula, mantendo em Curitiba investigações que apuram ocultação patrimonial no sítio em Atibaia e no tríplex no Guarujá. Na ordem de Teori, no entanto, Moro foi obrigado a remeter ao STF as investigações conexas ao petista.
     

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.