20 de mar de 2016

  • Sérgio Moro FEZ A COISA CERTA - o xeque-mate


    Desde que foram divulgadas as gravações dos telefonemas feitas e recebidas por Lula, seguindo ordens do juiz federal Sérgio Moro, muitas são as pessoas que vêm a público questionar a legalidade de tais divulgações.

    veja ESCUTA EM SEGREDO DE JUSTIÇA: LULA PLANEJAVA MATAR SERGIO MORO?
    O fato é que Sérgio Moro sabia que Lula, Dilma e demais petistas estavam encontrando uma forma de colocar o ex-presidente sob foro privilegiado, acreditando que numa investigação conduzida em outras esferas, Lula escaparia, E o pior, conseguiriam manipular as investigação e até dar sumiço em provas. O que Sérgio Moro fez, com toda inteligência, foi dar um xeque-mate inteligente e preciso nos intuitos petistas.
    Reitero que Sérgio Moro sabia que muitas provas poderiam simplesmente “sumir” e a verdade sobre toda a corrupção envolvendo o PT e Lula se dissipar com o foro privilegiado. Assim, na hora certa, pegando todo mundo, e principalmente a cúpula petista, de surpresa, a revelação das gravações fez desmoronar todos os planos para tudo terminar em pizza.
    Questionar a legalidade da ação de Sérgio Moro é esquecer aquela situação onde a lei acaba impedindo que se faça a justiça. Sabemos, com a ajuda da História, que nem sempre o que e lei determina é o certo. Vender e açoitar escravos até certa época era legal, mas não era certo. E muitos bons homens lutaram por tornar o certo legal.
    Sérgio Moro não mandou gravar ligações da presidente Dilma ou de algum ministro, eles foram apenas partícipes das ligações gravadas de Lula. Defender o governo petista diante de tais revelações é quase uma crise de lesa-pátria. É anti-patriótico. Sérgio Moro agiu em defesa dos reais interesses do Brasil, pensando nos brasileiros que estão sofrendo por todos os ensandecidos desmandos governistas que estão acabando com a economia do país e levando milhares de brasileiros ao desemprego. Joaquim Barbosa tentou, mas por algum motivo alheio a sua vontade não conseguiu. Já Sérgio Moro foi e fez.
    A verdade é que Sérgio Moro se transformou em herói nacional tanto pela sua competência em tão bem conduzir as investigações da Operação Lava-Jato, como pela sua coragem por ter divulgado as gravações. E não adianta o CNJ ou qualquer outro órgão governamental querer punir o juiz, exonerando-o, pois aí o povo o carregará nos braços, aclamando-o e ele ainda acabará sendo o próximo presidente da república. E tudo isto por um único motivo: Sérgio Moro fez a coisa certa…
    *Alessandro Lyra Braga é carioca, por engano. De formação é historiador e publicitário, radialista por acidente e jornalista por necessidade de informação. Vive vários dilemas religiosos, filosóficos e sociológicos. Ama o questionamento.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.