24 de mar de 2016

  • Paraguai não assina documento em apoio a Dilma


    O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, se negou a assinar o acordo elaborado pelo Mercosul e pela Unasur que dá apoio a presidente Dilma Rousseff. Tal anúncio foi dado pelo Vice-Chanceler nacional, Óscar Cabello Sarubbi, que afirmou que o país vizinho não aceitará qualquer acordo que interfira na soberania do Brasil.
    O diplomático também esclareceu que a postura do governo será a de respeitar as instituições internas brasileiras. “Não interveremos em assuntos internos de outros países”, declarou o Vice-Chanceler.
    O diplomático ainda ressaltou que o Paraguai “respeita a soberania dos países”, e este tipo de comunicado (apoiando a Dilma) não são bem vindos.
    Tanto o Mercosul quanto a Unasur soltaram nota em apoio a presidente Dilma Rousseff. As notas ressaltam que é preciso respeitar o “Estado de Direito e os valores democráticos”.
    Dilma é acusada de crime de responsabilidade e por obstrução de justiça.
    Com apoio do La Nacion

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.