20 de mar de 2016

  • O HOMEM QUE ASSALTOU O PAÍS

    11224481_1686008298310338_2959315064518595746_n
    LULA ENRIQUECEU E TORNOU SEUS FILHOS, PARENTES E AMIGOS EM HOMENS RICOS E PODEROSOS. EM APENAS 8 ANOS DE GOVERNO LULA SE TORNOU BILIONÁRIO PLANEJANDO, ARTICULANDO E LIDERANDO ESQUEMAS BILIONÁRIOS DE CORRUPÇÃO E DE LAVAGEM DE DINHEIRO. USOU DE SUA INFLUÊNCIA E DE SEU CARGO DE PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARA ENRIQUECER E ROUBAR CADA CENTAVO DE IMPOSTOS QUE ERAM ARRECADADOS PELA UNIÃO.
    O Ministério Público Federal acredita haver indícios de crime nas atividades de Lula a serviço da Odebrecht, uma construtora com receita anual de cerca de R$ 100 bilhões. A investigação contra o petista por tráfico de influência internacional e no Brasil foi aberta há uma semana pelo núcleo de Combate à Corrupção da Procuradoria da República em Brasília. O esquema tinha um padrão. Lula sempre viajava em luxuosos aviões bancados pela Odebrecht e dava palestras e marcava reuniões com os presidentes dos países em questão. Lula então liberava verbas bilionárias usando o BNDES e na sequência fazia lobby da Odebrecht para que a empreiteira tocasse as obras naqueles países. Quanto Lula teria ganhado de comissão?
    Eis o resumo do processo:
    “TRÁFICO DE INFLUÊNCIA. LULA. BNDES. Supostas vantagens econômicas obtidas, direta ou indiretamente, da empreiteira Odebrecht pelo ex-presidente da República Luis Inácio Lula da Silva, entre os anos de 2011 a 2014, com pretexto de influir em atos praticados por agentes públicos estrangeiros, notadamente os governos da República Dominicana e Cuba, este último contendo obras custeadas, direta ou indiretamente, pelo BNDES”.
    A maioria das viagens de Lula nos últimos anos foi bancada pela Odebrecht, a campeã, de longe, de negócios bilionários com governos latino-americanos e africanos embalada por financiamentos via BNDES. O banco financiou pelo menos US$ 4,1 bilhões em projetos da Odebrecht em países como Gana, República Dominicana, Venezuela e Cuba durante os governos de Lula e Dilma. US$ 1,6 bilhão serviu com destino final à Odebrecht após Lula, já como ex-presidente, se encontrar com os presidentes de Gana e da República Dominicana, sempre bancado pela empreiteira. 42% do total de US$ 848 milhões recebidos pela Odebrecht em operações de crédito para tocar empreendimentos no exterior.
    “Há anos o banco presidido por Luciano Coutinho resiste a revelar os exatos termos desses financiamentos com dinheiro público, apesar de exigências do Ministério Público, do Tribunal de Contas da União e do Congresso. São o segredo mais bem guardado da era petista.” Lula ficou bilionário usando dinheiro do BNDES. Foi um esquema ardiloso e criminoso arquitetado por Lula e que usou a empreiteira e seu cargo de Presidente da República como ponte para enriquecer.
    Mensalão, Petrolão e Eletrolão são outros esquemas de escoamento de dinheiro público que enriqueceram Lula. Lula teve suas contas particulares pagas pelo mensalão e seu partido participou ativamente da roubalheira na Petrobras e na Eletrobras, ou seja: cada centavo de impostos que eram arrecadados pela União, foram desviados para enriquecer Lula, sua família, amigos e se partido o PT. Estima-se que mais de R$ 3 trilhões foram roubados dos cofres públicos por Lula e sua quadrilha de bandidos.
    Lula ainda é apontado como o principal personagem no caso das refinarias da Petrobras que foram estatizadas por Evo Morales na Bolívia. A estatal já havia investido por lá o equivalente a R$ 6 bilhões, dinheiro do povo brasileiro, quando o presidente boliviano a ocupou com militares sem qualquer reação mais incisiva do PT. Lula confessou ter dado aval para Evo Morales tomar para a Bolívia as refinarias da Petrobras.
    Confissão foi dada ao lado do segundo homem na cadeia de comando da Bolívia em evento nesta segunda. Conta o Estadão que Lula foi sondado pelo próprio Evo Morales, quando ainda candidato à presidência, sobre a possibilidade de estatizar o que a Petrobras tinha de estrutura por lá. As palavras são do próprio ex-presidente e deixam claro o aval dado pelo então presidente brasileiro: “O Evo me perguntou: ‘como vocês ficarão se nós nacionalizarmos a Petrobras?’. Lula respondeu: ‘o gás é de vocês’. E foi assim que nos comportamos, respeitando a soberania da Bolívia.” Crime de Lesa pátria que custou bilhões de dólares do povo brasileiro. Quanto será que Lula ganhou para entregar as refinarias da Petrobras de graça para um paíseco como a Bolívia? Há ainda o repasse de meio bilhão de dólares da Petrobras para a campanha de Evo Morales com dinheiro do povo brasileiro.
    Lurian a filha de Lula, e fundadora da REDE 13, uma ONG, foi uma das agraciadas com verbas liberadas pelo grande chefe do PT. Lula em 5 anos, liberou R$ 12,6 bilhões para 7.700 ONGs entre 2003 e 2007. A ONG de Lurian funcionaria como um braço do programa Fome Zero e teria recebido R$ 7,5 milhões do Governo Federal até ser extinta. A oposição suspeitou da Rede 13, que também serviria para repassar dinheiro público a integrantes do PT.
    Lula, seu filho e os ex- ministros, Gilberto Carvalho e Erenice Guerra também são acusados de compra de Medida Provisória editada no governo de Lula. Lulinha um dos filhos de Lula também foi um agraciado pelo poder do pai e ficou milionário em menos de 5 anos usando também dinheiro do BNDES. Lulinha que era funcionário de um Zoológico, se tornou um mega empresário das telecomunicações. Com um salário de R$ 600,00, em 2003, Lulinha passou de catador de estrumes à empresário bem sucedido e dono de uma produtora avaliada, hoje, em R$ 6,5 milhões. O Partido dos Trabalhadores estaria agora preocupado com a apreensão de documentos feita pela Polícia Federal na sede da empresa do filho do ex-presidente. o temor é que depósitos do pecuarista José Carlos Bumlai apareçam na contabilidade de uma das empresas de Luis Claudio.Bumlai foi acusado pelo lobista Fernando Baiano de ter repassado dinheiro oriundo de propina para parentes do ex-presidente.
    Lula ainda responde por crime em Portugal, país que já decretou sua prisão. De bandido nacional, Lula se tornou um mega bandido internacional. As investigações que hoje decorrem no Brasil e em Portugal, de modo autônomo, mas com canais abertos, já deixam levantar a ponta do véu sobre possíveis pagamentos de várias dezenas de milhões de euros ao universo restrito do ex-Presidente da República Lula da Silva, bem como a ex-governantes e gestores brasileiros e portugueses.
    O motivo do pedido de prisão seria o direto envolvimento de Lula no escândalo que envolve o envio de recursos (doações de campanha), vindos de Portugal, para a campanha do ex-presidente Lula no valor total de R$ 700 milhões de reais. A doação foi feita pela Portugal Telecom, com recursos públicos do Governo Português, o que seria um crime federal. Estes valores foram acertados entre Lula e o então ex-primeiro ministro de Portugal, o socialista José Sócrates, que já está preso em Portugal. Não foi à toa que a esquerda perdeu para a direita naquele país. Portugal passou por crises e escândalos de corrupção durante o período do governo socialista de Sócrates.
    Movimentos financeiros que as autoridades suspeitam poderem ter saído de veículos internacionais ligados aos accionistas da Oi, encabeçados pela construtora Andrade Gutierrez, através de territórios como Angola (onde opera também via Zagope) e Venezuela. O presidente da Andrade Gutierrez é réu no processo Lava-Jato, sendo-lhe atribuídos os crimes de corrupção, de lavagem de dinheiro e de organização criminosa. Otávio Azevedo é considerado a cabeça da engrenagem que possibilitou o acordo entre a PT e a Oi em Julho de 2010. Um negócio que necessitou de múltiplas autorizações políticas dos dois lados do Atlântico e que começou a ser preparado no final de 2007 como resposta à intenção firme da Telefónica de adquirir os 50% da brasileira Vivo que estavam nas mãos da PT e que era o motor de crescimento da empresa portuguesa.
    Lula, assim como FCH que criou o Instituto Fernando Henrique Cardoso, criou o Instituto Lula, e foi através destas engenhosas estratégias que Lula e FHC lavaram milhões de dólares e engordavam suas contas bancárias. O Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) enviou à Polícia Federal e aos integrantes da força-tarefa paranaense, dados estarrecedores sobre a movimentação financeira milionária da LILS, empresa de palestras do ex-presidente Lula. Palestras que nunca foram palestradas e doações misteriosas, movimentaram uma fortuna grandiosa e não declarada a Receita Federal. Certamente esta dinheirama foi parar em algum paraíso fiscal.
    De acordo com o documento, Lula faturou apenas através da LILS cerca de R$ 27 milhões, desde que ele deixou a presidência da República. Destes, boa parte do dinheiro veio de empreiteiras investigadas na Lava Jato, como Odebrecht (R$ 2,8 milhões), Andrade Gutierrez (R$ 1,5 milhão) e OAS (R$ 1,4 milhão). Essa é apenas uma pequena amostra da movimentação financeira do ex-presidente. Os dados são referentes apenas a conta bancária da LILS e apontam a a destinação de parte dos recursos. De acordo com o relatório, a LILS aplicou R$ 12,9 milhões, fez um plano de previdência privada no valor de R$ 5 milhões, recolheu R$ 3 milhões em impostos e fez transferências de R$ 4,3 milhões.
    Lula ainda é suspeito da morte de dois sindicalistas no tempo que era um líder sindical. As vítimas disputavam o cargo no sindicato onde Lula já era Presidente e morreram assassinados para que Lula continuasse no poder. Há ainda o sequestro com tortura que acabou com a morte de Celso Daniel e de mais sete testemunhas do caso do assassinato do ex-prefeito de Santo André. O ex- ministro Gilberto Carvalho é apontado como intermediador da morte do prefeito. Os mandantes seriam Lula e José Dirceu, segundo boatos na imprensa. A morte de Toninho do PT também assassinado, é outro mistério que envolve Lula, o PT e seu governo.
    Lula, assim como FHC, Collor e Dilma, também é investigado por roubo de bens, móveis, quadros e outros objetos do Planalto Central. Uma investigação do Ministério Público, levou a abertura de um inquérito em que ambos os acusados, são investigados pelo crime de roubo de bens públicos. Lula, FHC, Collor e Dilma retiraram do palácio, dezenas de objetos, móveis, quadros e jóias entregues por outros países ao Brasil. Tratam-se de objetos pertencentes a República. Esses bandidos, comunistas e vendilhões da pátria não se contentam com os bilhões roubados da União e ainda roubam presentes que foram dados por outras Nações ao Brasil. Ladrão quando é ladrão e ainda por cima comunista, não perdoa nem pirulito de criança.
    Lula e FHC foram os presidentes brasileiros que mais enriqueceram em toda a história brasileira. “Isso prova que o socialismo compensa”. Lula é apontado pela revista FORBES como dono de uma fortuna de mais de 2 bilhões de dólares. Mas esta é apenas uma estimativa da revista e esse valor pode passar de 2 bilhões para mais de 10 bilhões de dólares. FHC que é empresário, fazendeiro e político, além de professor e escritor de araque, é outro que possuí uma fortuna de mais de 2 bilhões de dólares. Para um nordestino que deu golpe na previdência e que nunca trabalhou na vida, Lula é um iluminado e sortudo, ou melhor, Lula é o maior bandido da história brasileira e conseguiu ficar bilionário dando golpes no país e roubando dinheiro do povo brasileiro.
    Era dinheiro que seria destinado ao ensino e merenda de milhares de crianças, das obras de infra estrutura e desenvolvimento, dinheiro dos remédios e dos equipamentos hospitalares, dinheiro público que foi parar nas contas de Lula e de FHC.. Não é à toa que crianças e idosos morrem todos os dias nos hospitais sem verbas por causa dos Lulas da Silva, dos FHCs, dos Renans e das Dilmas que depenam a Pátria até o último centavo.
    Mas o povo brasileiro, o governo Dilma e a Justiça são os grande aliados para que Lula mais uma vez saia impune das roubalheiras e de seus crimes contra a Pátria. O povo é bonzinho, foi doutrinado pela esquerda bondosa e por sua vez, não reclama de nada, não faz nada e nem vão fazer. Já a justiça e o governo socialista de Dilma Rousseff, trabalham duro escondendo e queimando documentos que comprometam o sapo barbudo e que possam comprometer Lula, seu governo, seus familiares e amigos.
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.