25 de mar de 2016

  • Ministro primo de Collor chama juiz Moro de “criminoso”


    MARCO AURELIO
    BRASÍLIA – O Exmo. Ministro Marcos Aurélio de Mello está afinado com o pensamento do seu primo – o senador Fernando Collor de Mello. Neste fim de semana, ele declarou que Sérgio Moro cometeu crime ao divulgar o grampo da PF que mostra as trapalhadas de um governo “protegido pelas sombras”, conforme as palavras do juiz.
    Fernando Collor foi o presidente que sequestrou a economia do povo brasileiro no início da década de 1990 e sofreu impeachment por causa de um Fiat Elba.
    Na época, o PT gritava “Fora Collor!” e achava a revista Veja sensacional. Mas, hoje, também apoiado por Paulo Maluf, o partido tem Collor como um importante braço “direita” e acha a Veja “sensacionalista”.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.