23 de mar de 2016

  • Lava-Jato chega ao caixa 2 da Odebrecht e descobre nomes de Temer, Cunha e Lula



    Após a Polícia Federal (PF) cumprir a 26ª fase da Operação Lava Jato, nesta terça-feira (22). A força-tarefa enfim chega ao caixa dois da empreiteira Odebrecht.
    A nova etapa das investigações, batizada de "dona Xepa", desvendou um esquema estruturado de pagamento de vantagens indevidas pelo Grupo Odebrecht e mostra que pelo menos até novembro de 2015 há registros de tratativas de pagamentos de dinheiro sujo feitas por executivos sob o comando de Marcelo Bahia.
    A nova fase deve elucidar ainda quais foram os beneficiados direto de um esquema paralelo de pagamentos da Odebrecht. Os repasses foram feitos por uma estrutura específica no Setor de Operações Estruturadas da companhia. Nele, um sistema informatizado próprio processava o pagamento de propinas e permitia a comunicação sigilosa entre executivos e funcionários envolvidos nas tarefas ilícitas. Nos papéis coletados pela PF, os beneficiários estão registrados por codinomes.
    A Policia Federal conseguiu apreender documento que contém nomes, do ex-presidente Lula, MT (Michel Temer) e do presidente da câmara federal Eduardo Cunha. No documento apreendido pela PF, Marcelo Odebrecht, apontado em comandar o esquema de propinas do Clube do Bilhão mostra sua preocupação em sumir com as anotações de pagamentos de propinas que pode ligar os nomes citados acima a Odebrecht. Acompanhe:
    "Higienizar apetrechos MF e RA. Vazar doação de campanha. Nova Nota de minha de mídia; GA, FP, AM, MT, LULA, E.Cunha?.
    A inserção de codinomes é um claro indicativo de tratar-se de operações à margem da contabilidade da empresa, buscando 'mascarar' pagamentos não contabilizados de forma oficial", anotou a Polícia Federal.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.