31 de mar de 2016

  • Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo são indiciados pela Polícia Federal

    gleise hoffmann

    O site Jota.info, por Bárbara Lobato acaba de divulgar que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo foram indiciados por corrupção passiva pela Polícia Federal, nesta terça (29), no âmbito da Lava Jato.
    Em novembro de 2014, o doleiro Alberto Youssef afirmou, em delação premiada, que deu R$ 1 milhão para a campanha de 2010 da ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR), que foi eleita senadora naquele ano.
    O valor, segundo o doleiro, foi entregue a um empresário, dono de shopping em Curitiba (PR). Youssef descreveu à Força Tarefa da Lava Jato que a entrega do dinheiro foi feita em quatro parcelas: três no centro de compras e outra na casa dele, em um condomínio de alto padrão da capital paranaense.
    Paulo Roberto Costa, também delator da Lava Jato, afirmou em colaboração premiada que recebeu pedidos para “ajudar campanha” da senadora petista.
    Até o momento a reportagem ainda não conseguiu entrar em contato com a senadora Gleisi e com o ex-ministro Paulo Bernardo. Quando houve a divulgação da informação pelas delações de Alberto Yousseff e Paulo Roberta Costa, ambos negaram veementemente o recebimento de qualquer recurso.


  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.