25 de mar de 2016

  • A presidenta ameaça oposição com uso de força: “Não sou fraca!”


    dilma-rousseff-20121221-12-size-598.jpg
    Após o bizarríssimo episódio no qual um funcionário do Itamaraty, supostamente atuando por conta própria, mandou uma nota as embaixadas brasileiras ao redor do mundo dando ‘alerta vermelho’ para iminente golpe no país, a ‘presidenta’ mostrou ao mundo que este não foi um fiasco isolado. Hoje (24), Dilma fez uma coletiva de imprensa, fechada para mídia internacional, na qual um líder de estado de posse de todas suas faculdades mentais pediria desculpas pelo vexame de ontem, Dilma não é essa líder. A governanta utilizou uma estratégia alternativa, uma capaz de garantir a continuidade do processo de decomposição da reputação nacional. Ela assegurou aos principais jornais do mundo: “O Brasil está sofrendo um golpe!”, um golpe que possuiria “características fascistas”. Dilma finalizou com uma ameaça a seus opositores: “por que querem me tirar do poder? Acham que sou fraca?! Não sou fraca!”. Essa retórica violenta, ainda mais, em um momento de tensão nacional, preocupa por seu simbolismo. Pela possibilidade de ser um augúrio de nefastas ações visando demonstrar a “força” do governo petista.  

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.