26 de mar de 2016

  • 25/03/16 - O Exército vai obedecer à Constitução


    Gen Villas Bôas diz que o Exército vai cumprir a Constituição.
    Nós, da Verdade Sufocada , temos certeza disso!...
    Crise é econômica, política e ética, diz comandante do ExércitoGeneral Villas Bôas diz que o Exército vai cumprir a ConstituiçãoFolha de São PauloEm vídeo divulgado nas redes sociais, o comandante-geral do Exército, Eduardo Villas Bôas, declarou que o Brasil atravessa uma crise econômica, ética e política. Sem citar palavras como impeachment ou golpe, ele adiantou apenas que o Exército vai obedecer à Constituição. As declarações ocorrem no momento em que crescem os protestos nas ruas, com grupos pedindo a deposição da presidente Dilma Rousseff, outros saindo em defesa da manutenção da petista no cargo e alguns defendendo a volta dos militares ao poder.“Estamos participando, vivendo e sofrendo as consequências dessa crise, que tem três componentes importantes: o componente político, o componente econômico e um componente ético-moral, e os três estão interligados”, afirmou Villas Bôas.

    Ele elencou a manutenção da estabilidade, a legalidade e a legitimidade como os três pilares que norteiam o papel do Exército, como “instituição do Estado”.
    “Toda e qualquer atitude nossa será absolutamente respaldada no que os dispositivos legais estabelecem, desde a Constituição até as leis complementares[…], e sempre condicionado ao acionamento de um dos poderes da República”, afirmou o comandante.
    O general pregou, no vídeo em que esclarece qual a percepção do Exército” diante das manifestações, que o país deve “reencontrar o sentido de projeto e restabelecer a sua ideologia de desenvolvimento”. Ele finaliza a entrevista institucional com discurso otimista.
    “Temos certeza de que é uma questão de tempo, e o Brasil terá condições, sim, de reverter essa situação e reencontrar o seu caminho do desenvolvimento, porque o Brasil é um país que tem grandes responsabilidades internacionais”, declarou Villas Bôas.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.