6 de fev de 2016

  • PT financiou obras de mesquita muçulmana ligada ao terrorismo e você não sabia disso!


    mesquita_em_solo_brasileiro

    construção de uma imponente mesquita muçulmana em Brasília é uma das amostras mais visíveis da afinidade que o Partido dos Trabalhadores (PT) tem com os representantes palestinos no Brasil. O empreendimento é um canal aberto para infiltração do grupo terrorista Hamas na capital federal. Em 2010, o governo Lula doou um terreno de 16 mil metros quadrados em zona privilegiada de Brasília para a construção de uma embaixada palestina, terreno este que custou milhões aos cofres públicos.
    Na ocasião, a pedra fundamental foi inaugurada na pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas. em 2015, três prédios em estilo arquitetônico oriental, projetados pela empresa jordano-palestina Jerdana, ficaram prontos — um será para a embaixada, outro para a residência do embaixador e um terceiro para a moradia de funcionários diplomáticos.
    No prédio da embaixada, que será o principal, há uma cúpula dourada inspirada nos santuários islâmicos da Palestina. A empresa construtora é a Sox Engenharia Ltda. O custo é de 13,3 milhões de reais — parte dodinheiro vem da Palestina e outra parte vem de doações petistas.
    Os vínculos do PT com supostos representantes de redes terroristas são notados desde antes do governo presidencial de Dilma Rousseff. Um antigo assessor da Casa Civil da Presidência da República, durante a gestão da então ministra Dilma, entrou na lista de investigados pela Justiça por suspeita de cumplicidade com terroristas. Na ocasião, Bulhões foi nomeado por Dilma para um cargo de confiança: supervisor de legislação pessoal.
    Atuando hoje como advogado, Marcelo Bulhões dos Santos é um brasileiro que se converteu ao islamismo, e já trabalhou até mesmo na própria Polícia Federal. Ele pertence à corrente sunita e frequenta, com regularidade, a mesquita da capital federal.
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.