28 de fev de 2016

  • ENCARECEU COMENTE! Livros devem ficar mais caros no Brasil após aumento no preço do papel


    Livros devem ficar mais caros no Brasil após aumento no preço do papel Júlio Cordeiro/Agencia RBS
    Câmara Brasileira do Livro (CBL) manifestou-se contra oaumento de 24% no preço do papel, anunciado pela Suzano Papel e Celulose e seguido pela International Paper. Segundo o órgão, o reajuste "gerará efeito em cascata nocivo na cadeia produtiva,aumentando os preços, desestimulando a leitura e onerando as famílias". De acordo com reportagem do Valor Econômico, o texto foi enviado por meio de cartas à Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) e à Associação Nacional dos Distribuidores de Papel (Andipa).
    Assinado pelo presidente da CBL, Luís Antonio Torelli, o documento pede que as associações dialoguem com seus associados e com os fabricantes de papel "a fim de que seja feita uma revisão desse reajuste, à luz do cenário nacional de desaceleração da economia, visando evitar um desequilíbrio preocupante do mercado neste momento". 
    De acordo com a CBL, o aumento gerará impacto no preço dos livros muito acima da inflação e da capacidade de assimilação pelo mercado. ¿Obviamente, as gráficas terão de repassar esse custo ao preço de seus serviços, onerando a impressão dos livros, numa conjuntura totalmente inoportuna, considerando a acentuada retração da economia nacional¿, diz Torelli.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.