12 de nov de 2015

  • Pela renúncia de Dilma greve dos caminhoneiros continua no Brasil


    984207-09112015-dsc_8402
    Brasília – Caminhoneiros protestam na BR 040 nas proximidades da cidade de Valparaíso de Goiás (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
    Caminhoneiros mantêm as paralisações iniciadas ontem (9) em todo país. Segundo o líder do Comando Nacional de Transporte, Ivar Luiz Schmidt, que organiza o movimento, os protestos continuam em 14 estados, com 46 pontos de bloqueio.
    De acordo com os dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), os caminhoneiros fazem o bloqueio parcial em sete estados: Minas Gerais, Paraná, Tocantins, Santa Catarina, Ceará, Goiás e Mato Grosso do Sul.
    Os caminhoneiros afirmam que também fazem paralisações em São Paulo, Mato Grosso, no Espírito Santo, Rio Grande do Norte, em Pernambuco e no Maranhão.
    O movimento pede que o governo atenda a pauta apresentada em março. Eles criticam ainda a atual situação econômica do país.
    Segundo Schmidt, o movimento quer a saída da presidenta Dilma Rouseff e conta com o apoio de grupos como o Movimento Brasil Livre e Revoltados Online. O líder dos caminhoneiros reclama ainda da falta de diálogo com o governo e da demora em dar início à negociação.
    O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, disse ontem (10) que os caminhoneiros em greve não apresentaram uma pauta de reivindicações e que a paralisação tem como objetivo o desgaste político do governo.
    Com informações da Agência Brasil
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.