28 de nov de 2015

  • Nigeriano é internado em Hospital Psiquiátrico pela família por não crer em Deus




    Bala foi colocado em um hospital psiquiátrico
     por sofrer de "mudança de personalidade" 
    O engenheiro químico Mubarak Bala (foto), 29, foi internado em um hospital psiquiátrico por seu pai, Muhammad, e três tios por não acreditar em Deus. Bala é do Estado de Kano, norte da Nigéria, que tem 170 milhões de pessoas. Os muçulmanos dominam o norte e os cristãos, o sul.

    O próprio Bala que, por intermédio de um celular, postou no Twitter que estava sendo mantido à força no hospital por ser ateu. Escreveu que sua família diz que ele sofre uma "mudança de personalidade", que o levou a se tornar apóstata.

    Afirmou que tinha sido espancado e estrangulado pelo seu pai, que também o obrigou a tomar um sedativo, e, quando acordou 30 horas depois, estava no hospital. “Meu pescoço ainda dói do estrangulamento”, escreveu.

    Advogado Muhammad Bello Shehu, de Bala, disse que Muhammad recorreu à internação alegando estar preocupado com a segurança do filho.

    “Ele [o pai] disse que teve de internar o Bala porque no país quem se assume como ateu corre o risco de ser linchado ou ter a casa incendiada.”

    Bala afirmou que sua família invadiu sua conta no Facebook para postar que ele tinha retornado à fé islâmica.

    Disse que seu pai é um líder islâmico que, para manter sua credibilidade, não pode ter um membro da família que seja ateu. “Por isso ele disse que eu tinha enlouquecido.”

    Muhammad não quis comentar a internação do filho. Em um blog há a informação de que ele é, em Kano, integrante da instituição responsável por impor a sharia (lei islâmica).

    De acordo com o advogado, Bala perdeu peso, se sente fraco e suas mãos tremem por causa dos medicamentos. 

    Shehu representa Bala na Justiça a pedido de um humanista, Bamidele Adeneye, para quem esse caso é um exemplo do preconceito do qual os descrentes são vítimas na Nigéria. 

    Afirmou que os políticos nada fazem para impedir a perseguição porque eles acreditam que “os ateus têm o que merecem”.

    Com informação do Informationng e Huffington Post.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.