26 de nov de 2015

  • Moro confirma que a ditadura da corrupção vai continuar enquanto não se tomar uma atitude drástica



    Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook: 
    Para bom entendedor, poucas palavras bastam>>>
    Em outras palavras, comedidas, o Juiz Moro simplesmente diz que, apesar do esforço hercúleo da Lava Jato, nada muda 'para cima'.
    Ele disse que a Lava Jato foi um freio´na corrupção, mas que é uma voz no deserto do sistema podre e corrupto, onde a impunidade em alto nível continua, enquanto continuar o governo e a bandalheira que aí está.
    "Fiquei muito decepcionado, pois, apesar das revelações da Operação Lava Jato, não assisti a uma resposta das instituições, como o Congresso e o governo. Não tivemos respostas"
    Só essa afirmação de Moro, já basta para confirmar que estamos numa ditadura da corrupção, a qual vai piorar e muito. Que nada mudará sem guerra, sem suor, sangue, baixas, e isso, deve levar muito tempo.
    Ainda cabe uma reflexão, dura, mas que é preciso ser feita.
    Após as declarações de Moro e do General Augusto Heleno, (Reveja Aqui), está claro o seguinte:
    A democracia já era no Brasil. A catrefa só vai sair à força? Numa guerra civil, já que os meios normais, legais, democráticos se esgotaram? A maioria dos despertos, que já viram que caminhamos para um absolutismo vermelhopata, terão coragem para enfrentar os traidores e destruidores da nação? Ou vão deixar quieto e seguir como o gado que vai para o abate?
    Os fatos estão aí, só não vê quem não quer.
    Não tem conversa, meias palavras e não tem negociação.
    Terrível, é a perspectiva sobre o futuro do Brasil. E se ninguém se mexer e tomar alguma atitude drástica, conforme demanda o momento trevoso que atravessamos, pior será. 
    ASSISTA:
    (Emerson Rodrigues, para os blogs da mídia livre e combativa)
    "QUEM VOCÊ ACHA QUE SUSTENTA TUDO ISSO? O SISTEMA É FODA. AINDA VAI MORRER MUITO INOCENTE".

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.