29 de nov de 2015

  • Autor da lei que pretende calar a imprensa acusa o juiz Sérgio Moro


    Requião, ridiculamente, ataca Juiz Moro dizendo que ele teria caído 'nos braços de satanás'

    Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook: 
    O 'senador' Roberto Requião (PMDB), autor da leia mais imbecil e autoritária já sancionda por Dilma, a qual pretende calar a imprensa livre no Brasil, saiu com mais umas de suas 'pérolas' de governador aposentado e senador em exercício.
    ***Blog do Tupan - As últimas vítimas de suas insanas agressões são o juiz federal Sérgio Fernando Moro, a quem a maioria do País é grata por ter ajudado a elucidar o maior escândalo de corrupção da história, o Petrolão, e pelo encarceramento de um número enorme de corruptos, de caixa alta e colarinho branco, que estavam habituados à impunidade.
    Também sobraram agressões para aqueles que se alegraram com a prisão do senador Delcídio do Amaral, ex-líder do governo no Senado Federal. As agressões a Moro se devem, pelo fato de o juiz ter criticado o caráter autoritário da lei de direito de resposta de autoria de Requião e que intimida jornalistas. O senador paranaense não gostou da opinião de Moro, que considerou a referida como mais uma tentativa de cerceamento da liberdade de expressão.
    Conhecido pela incapacidade de conviver com o contraditório, Requião atacou Moro: “[Ségio Moro] está dizendo disparates sobre o direito de resposta. Afaste-se para descansar”. Na segunda postagem atacando Moro, Requião compara o juiz federal ao jovem advogado, interpretado por Keanu Reeves, que sofre tentações demoníacas e cai nas mãos do demônio, interpretado por Al Pacino, no filme “Advogado do Diabo”. ”Como no filme advogado do diabo, o heroico personagem cai nos braços da imprensa comandada por satanás. Decepção!”, escreveu Requião.
    Para o senador, conhecido pela vaidade enlouquecida, pelos delírios napoleônicos e pela sofreguidão com que usa os recursos públicos para o próprio desfrute, Sérgio Moro estaria sendo vítima da vaidade. “Vaidade, que merda é a vaidade. O que pode fazer com um homem até então sério! Comeu a maçã?”, completou o senador no Twitter.
    Em nova postagem, Requião resolveu chamar de “urubus” aqueles que apoiaram a prisão do senador petista Delcídio do Amaral, encarcerado depois que o Supremo Tribunal Federal foi informado de que ele conspirava para dar fuga ao ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró. O senador sugere ainda que Delcídio pode dar a volta por cima. “Agora urubus dançam sobre o cadáver político insepulto de Delcídio. Lamentável. Promoção pessoal diante da morte política. Verdadeira?” ***(Com informações de Blog do TupanBem Paraná)
    REVEJA QUANDO REQUIÃO DISSE QUE SUBIA NO PALANQUE COM O DIABO, DURANTE ELEIÇÃO NO PARANÁ.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.