6 de nov de 2015

  • Após intimar Dilma e chegar perto de Lula, juíza Célia foi tirada do comando da Operação Zelotes



    Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook: 
    Análise realista>>>
    Vejam só como o Foro de São Paulo, o PT, PMDB e aliados na ditadura da corrupção estão agindo na surdina e a todo vapor!
    Não conseguiram tirar o Dr. Sérgio Moro da Lava Jato, mesmo tentando sem parar, por que o TRF da 4ª região é supremamente sulista e não se dobra ao bando do crime organizado que se apoderou do Brasil.
    Mas, em DF, 'a conversa é outra'...
    Depois da Zelotes bater na porta da 'família Lula', e intimar Dilma a apresentar documentos sob suspeita de vender medidas provisórias como Lula fez, a Juíza Célia Bernardes é substituída, sem mais, nem menos.
    E o MPF ein? Que papelão não pedir para a Juíza ficar à frente do cargo? Depois vem com papinho de '10 medidas anti-corrupção'. A medida é fazer o serviço que tem que ser feito e pedir perdão à nação por mais esse descalabro.
    Tudo isso, às vésperas do depoimento de um dos filhos de Lula, adiado, que ficou rico com dinheiro do povo, marcado para quinta 05/11.
    ***O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), Cândido Artur Medeiros Ribeiro Filho, determinou na quarta-feira (4) a substituição na condução da Operação Zelotes, que investiga suspeitas de fraudes no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), ligado ao Ministério da Fazenda, e também pagamento de propina para aprovar benefícios fiscais.
    Em nota, o TRF-1 também informou "não ter conhecimento acerca de qualquer pedido formulado pelo MP para que a juíza Célia Regina permaneça à frente do caso Zelotes". A juíza se tornou mais conhecida no fim de outubro por ter autorizado prisões de lobistas e a busca em empresas do filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. ***(Com G1)
    ===
    OUTRAS POSTS NO FCSBR
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.