9 de nov de 2015

  • Aplicativo de celular pode salvar milhões de pessoas pobres da cegueira


    O “oculista de bolso” permite que exames oftalmológicos sejam realizados em qualquer lugar na Terra.
    Pessoas com praticamente nenhum treinamento para realizar exames oftalmológicos conseguem fazer isso por meio deste aplicativo.
    Milhões de pessoas pobres em todo o mundo podem agora ser salvas da cegueira graças a um novo aplicativo de celular. Os cientistas criaram o Portable Eye Exame Kit (PEEK), que são dados que podem ser transferidos para um smartphone e usados para executar testes básicos de vista. Os resultados podem ser salvos no telefone e enviados por e-mail para os médicos, que podem analisá-los corretamente.
    O aplicativo inovador está sendo testado em 5.000 pessoas no Quênia, e os desenvolvedores esperam que isso possa ajudar a tratar as milhões de pessoas em risco de se tornarem parcialmente cegas ou deficientes visuais. O sistema ainda está sendo usado por equipes na Antártida.
    A Organização Mundial de Saúde diz que 285 milhões de pessoas são cegas ou tem alguma deficiência visual, e que 90% dos doentes vivem em países de baixa renda. No entanto, o que eles também acreditam que quatro em cada cinco casos poderiam ser evitados ou curados.
    Cientistas da London School of Hygiene and Tropical Medicine, que desenvolveu o aplicativo, têm trabalhado pesquisas em 10 escolas quenianas e em uma série de aldeias. Um porta-voz do projeto disse: "Nós pensamos sobre a redefinição da simplicidade desse aplicativo com a nossa gama de testes de acuidade visual para telefone. Estamos produzindo alguns novos testes inovadores para trazer inovações sobre a distinção de cores e contrastes. Muitas crianças não vão muito bem na escola devido a problemas de visão não diagnosticados, que, quando corrigido, lhes dá uma maior oportunidade de desenvolver seu potencial”.
    A pesquisa traz informações de que o sistema PEEK é acessível, fácil de usar, em detrimento do equipamento hospitalar, que custa mais de R$ 400 mil e requer uma equipe de 15 pessoas treinadas para operar.
    O uso do aplicativo em adultos ainda está em análise, mas os primeiros resultados sugerem que ele é eficaz em coletar problemas de visão. O aplicativo de smartphone usa uma sequência de letras decrescente com um teste básico de visão e usa a lanterna da câmera para iluminar o fundo do olho e a retina, verificando se há alguma doença.
    Richard Meddings, o presidente do “Seeing is believing” do Standard Chartered, disse: "O desenvolvimento de métodos eficazes para a triagem de crianças na escola é um desafio chave para eliminar a cegueira evitável”.
    As imagens são classificadas e os pacientes diagnosticados, seja por meio de um processo automatizado ou através do envio de imagens digitais para uma rede de especialistas em todo o mundo. O PEEK pode diagnosticar cegueira, deficiência visual, catarata, glaucoma, degeneração macular, retinopatia diabética e outras doenças nervosas. Ele também pode identificar indicadores cruciais de tumores e hemorragias cerebrais.
    O sistema armazena as informações de contato, dados de GPS para cada paciente e usa o Google Maps para o acompanhamento e tratamento de pacientes.

  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.