16 de jan de 2015

  • Quadrilha formada por empresários é presa no Ceará com ‘armas de guerra



    A quadrilha presa em Russas, no interior do Ceará, nesta quinta-feira (15), usava “arsenal de guerra”, segundo a descrição da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Cinco homens foram presos com armas de grosso calibre, incluindo duas AK-47 e muita munição.

    As armas, segundo a secretaria, somam meio milhão de reais. De acordo com a Polícia Militar, parte da quadrilha segue foragida. Um vídeo divulgado pela SSPDS mostra o momento em que a quadrilha se rende e libera uma família que era mantida refém. “Uma munição do fuzil atravessa 16 homens, um atrás do outro”, diz o coronel da Polícia Militar Júlio Aquino

    Os presos, segundo a SSPDS, eram empresários, proprietários de madeireiras e postos de combustíveis. Eles também praticavam crimes de tráfico de drogas e atuavam no Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Rio Grande do Norte.

    Cinco assaltantes foram presos, em Russas, a 165 Km de Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, os seguranças que estavam nos carros-fortes perceberam que eram seguidos na BR-116, ouviram tiros e revidaram.

    Os veículos que passavam pela rodovia viram o tiroteio e decidiram entrar em uma fazenda próxima para se proteger. Dois assaltantes foram baleados e encaminhados ao Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF) na capital.

    Os suspeitos resolveram seguir também para a fazenda, onde roubaram o carro de uma das pessoas e fugiram. Pouco tempo depois, os mesmos suspeitos invadiram outra fazenda na zona rural do município de Palhano, (cidade vizinha a Russas) e fizeram uma família refém. Eles se renderam após seis horas de negociação.

    O titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Rafael Vilarinho, diz que eles vão responder por cinco crimes: dois roubos, porte de explosivos, organização criminosa, tentativa de homicídio e cárcere privada.

    Prisão dos assaltantes

    Equipes do Comando Tático Rural (Cotar), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar cercaram o grupo, negociaram e conseguiram prender os assaltantes. Com o grupo, foram apreendidos cinco fuzis e duas pistolas. As armas foram encaminhadas para a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).


    G1-CE
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Art. 5°, CF

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    Copyright @ 2014 Descobrindo as Verdades.